Blog

Artigos e Novidades

Da Insônia à DTM – Como uma má higiene do sono pode aumentar a incidência da dor crônica e da DTM.

carneirinho_tapaolho_sono

Da mesma forma que devemos cuidar da nossa higiene bucal, corporal e emocional, é essencial nos preocuparmos com a qualidade do nosso sono para o bom funcionamento do nosso organismo. De acordo com o site da Associação Brasileira do Sono, “a privação do sono, mesmo que de apenas 45 a 60 minutos por período de uma semana, pode causar diversas alterações psíquicas e neurocognitivas significativas que nem sempre são percebidas.”

A correria da vida moderna têm feito com que as pessoas durmam cada vez menos. Essa redução do tempo de sono acentua consideravelmente os nossos níveis de estresse. Um indivíduo sob efeito de estresse tende a apresentar um desequilíbrio do sistema mastigatório, resultando em fadiga, desconforto e dor da musculatura envolvida, incluindo aí a articulação temporomandibular (ATM).

Com a sobrecarga da ATM, o quadro tende a evoluir para a disfunção temporomandibular (DTM), o que causa mais dor, cansaço, desconforto e estresse. Continuamente, pacientes com dor crônica apresentam redução da eficiência reparadora do sono, além de dificuldade tanto para dormir quanto para despertar. E o paciente acaba ficando preso nesse círculo vicioso de dor e insônia.

Por isso, buscar uma alternativa para aliviar a tensão e o estresse do dia a dia é essencial para quem busca um sono mais reparador. Mais uma vez, a Associação Brasileira do Sono orienta que devemos adotar horários regulares de sono, ou seja, deitar e levantar habitualmente nos mesmos horários, mesmo nos finais de semana, além de cuidar do nosso ambiente de sono.  Quarto deve ser lugar para dormir, apenas, e não deve ser usado para lazer, para comer ou trabalhar. Diminuir os estímulos visuais e auditivos como internet, celular e televisão, pelo menos uma hora antes de dormir também melhoram muito a qualidade do sono e é interessante estar atento a esse tipo de hábito, especialmente entre adolescentes. A prática de exercícios regulares – pelo menos 6 horas antes do horário de dormir -, cuidados com a alimentação à noite também são partes importantes da higiene do sono e um banho morno duas horas antes de se deitar podem ajudar a relaxar.

Cuide-se.
E conte conosco.

Equipe Clínica Simone Carrara

Saiba Mais

SBDOF realiza II Congresso Brasileiro de Dor Orofacial

Em 2012, nasceu a SBDOF, Sociedade Brasileira de Disfunções Temporomandibulares e Dor orofacial, reunindo profissionais da odontologia com o objetivo comum de fazer evoluir a especialidade responsável por tratar a disfunção temporomandibular (DTM) e amenizar a dor e o sofrimento de milhares de pessoas que apresentam problemas na ATM (articulação temporomandibular).

Em maio deste ano, após três anos de criação da Sociedade, foi realizado, no Auditório Moise Safra do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, o II Congresso Brasileiro de Dor Orofacial promovido pela SBDOF e presidido pela Dra. Simone Carrara, do nosso Centro de Odontologia Integrada Simone Carrara.

foto-oficial_congresso-sbdof

A palavra congresso tem origem no latim con, “junto”, e gradi “caminhar” e tem a finalidade de trocar ideias rumo a um objetivo comum. Foi com este espírito que 500 especialistas, profissionais e estudantes da área se reuniram nos últimos dias 22 e 23 de maio. Nesta edição do Congresso, o propósito foi ampliar as fronteiras da especialidade, considerando mais causas para a Dor Orofacial e mais estratégias para seu enfrentamento. As palestras visaram a aplicação clínica dos tratamentos, de modo a ajudar ainda mais àqueles que sofrem de dor crônica e foi considerado um marco para a especialidade. Queremos estar cada vez mais preparados para oferecermos as melhores soluções e tratamentos aos nossos pacientes.

Contem conosco.

Equipe Clínica Simone Carrara

Saiba Mais

A insônia é uma das principais causa de dor crônica.

sono

Um estudo de Brasília concluiu que a principal causa de insônia na Capital se refere a questões financeiras. A insônia é uma das principais causa de dor crônica.

Pensando nisso, o Centro de Odontologia Integrada Simone Carrara, encerra o ano com a palestra “Saúde Financeira”.

Presença sujeita a confirmação do número de vagas.

Data: 17/12/2014
Horário: 17:00
Local: Sala PACTO – 507

Saiba Mais

Cuidados Com a Placa Interoclusal

A placa interoclusal é a melhor amiga de quem apresenta Disfunção Temporomandibular, por isso, nada mais justo que cuidarmos bem dela. Mas você sabe como cuidar da sua placa?

Ingestão de Alimentos

Não coma ou beba nada com a placa que não seja água mineral. Qualquer outro líquido ou alimento pode escurecer, aumentar a proliferação de bactérias ou danificar sua placa.

Higienização

Higiene a placa com água fria, escova e pasta dental. Nada mais. Qualquer solução antisséptica, água quente ou morna pode causar danos à placa.

Armazenamento

Guarde a sua placa sempre seca , qualquer umidade favorece a proliferação de bactérias. Procure colocá-la sempre dentro do estojo ao retirá-la da boca, isso vai evitar possíveis perdas ou fratura na placa.

Quebrar a placa porque ela estava no bolso em cima do qual você acabou se sentando, enrolá-la no guardanapo para almoçar e esquecê-la no restaurante, deixar em cima da mesa e o animal de estimação acabar pegando são os incidentes mais comuns.

Cuidar da sua placa é cuidar de você.

 

Saiba Mais

Você Realmente Sabe o Que é Dor Crônica?

Você já trabalhou concentrado por horas no seu escritório e de repente alguém acendeu a luz e você se deu conta de que havia ficado escuro e por conta disso você estava perdendo o rendimento, mas até aquele momento não sabia o porquê? Agora se coloque em outra situação: experimente colocar um brinco de pressão na orelha e deixá-lo ali por alguns dias. Se você é mulher e já teve essa experiência sabe que depois que retiramos o brinco percebemos a orelha dolorida ainda que ela não estivesse doendo antes quando o brinco estava lá.

Nos dois casos, ainda que você não tenha percebido a diferença de iluminação ou a dor da pressão do brinco, você começou a se sentir inquieto, desconcentrado, irritado, estressado e impaciente.

A dor crônica funciona mais ou menos assim. Não percebemos que ela influencia tanto a nossa vida até que nos livremos dela. Mas ela o faz e pode ser muito prejudicial. No nosso dia-a-dia lidamos com marido, filhos, família, chefe, colegas de trabalho, amigos, compromissos… qualquer alteração no nosso comportamento afeta diretamente nossos relacionamentos.

Com a DTM é a mesma coisa. As dores causadas pela Disfunção da ATM afetam nossa vida por comprometer nosso bem estar e nossa qualidade de vida e a maioria das pessoas não percebem ou nem ao menos sabem do que estão sofrendo.

A Wikipédia define dor crônica como “dor relacionada a uma injúria recorrente ao organismo que já dura a pelo menos 3 meses.” Não espere 3 meses para procurar ajuda. Não coloque a sua qualidade de vida em risco. Dores freqüentes, aparentemente inofensivas, precisam sim de tratamento. Fique esperto.

 

Saiba Mais

Você é o que você come: 10 dicas para comer melhor

A Disfunção Temporomandibular é multifatorial. Isso quer dizer que ela é influenciada por diversos fatores, entre eles, a qualidade de vida do paciente. Quanto pior a sua qualidade de vida, pior a sua DTM, o que deteriora ainda mais o quadro que se transforma numa bola de neve.

Uma alimentação saudável e equilibrada vai além do emagrecimento. A nutrição está diretamente relaciona ao seu bem-estar e ajuda muito no controle das tão comuns dores de cabeça, relacionada a 90% dos casos de disfunção da ATM. O consumo excessivo de alimentos ricos em sódio, cafeína (café, refrigerantes cola, chá mate, chá verde, chá preto), produtos industrializados e ricos em tiramina (queijo curado, bebidas alcoólicas, molho shoyo, carne curada, etc) podem agravar as dores de quem sofre com cefaleia, por exemplo.

Para ajudar você a se cuidar melhor seguem  10 dicas para você melhorar a sua alimentação fornecidas pelas nutricionistas Amanda Silva e Luana Dalvi na palestra do PACTO do dia 17 de outubro de 2012:

 

 

 

  • Dica 1: Comece bem o dia, tome café da manhã todos os dias.
  • Dica 2: Não fique mais de três horas sem se alimentar. Fracione suas refeições.
  • Dica 3: Aumente o consumo de frutas.
  • Dica 4: Modere o consumo de carnes vermelhas, consuma peixe pelo menos uma vez por semana e evite frituras e alimentos gordurosos.
  • Dica 5: Use sal com moderação e evite alimentos ricos em sódio.
  • Dica 6: Aumente o consumo de hortaliças.
  • Dica 7: Modere o consumo de doces e alimentos ricos em açúcar.
  • Dica 8: Termine bem o dia, procure consumir salada no jantar ou no lanche da noite.
  • Dica 9: Beba no mínimo 2 litros de água por dia.
  • Dica 10: Seja ativo; pratique atividade física regularmente!

Cuide-se. Faça esse PACTO com você mesmo! :)

Saiba Mais

O que você faz em 1 minuto?

O estresse é um grande inimigo da população mundial , como todos sabemos, mas é especialmente prejudicial aos portadores de  Disfunção Temporomandibular ou Disfunção da ATM. Com o aumento da tensão as pessoas tendem a apertar mais os dentes, roer mais as unhas, contrair mais os músculos da face, costas e pescoço, desencadeando dor de cabeça, dor na cervical e outros sintomas típicos da DTM.

A meditação ajuda a diminuir os níveis de estresse e te ensina a controlar melhor os picos de emoção que influenciam o nosso organismo de diversas formas. O vídeo abaixo, encontrado no youtube, nos ensina de forma rápida e prática como integrar a meditação ao nosso dia-a-dia em um instante. O vídeo tem 5 minutos, mas a meditação só 1, tente e dê essa chance a si mesmo.

Você tem 1 minuto? ONE MINUTE MEDITATION

___________________________________________________________________

Lembrando que hoje é dia de Palestra do PACTO no Centro Médico de Brasília, 716 Sul, Bloco E, Sala 507, às 19hrs com as nutricionistas Amanda Branquinho Silva e Luana Taquete Dalvi.

Nos vemos lá!

Saiba Mais

Vamos fazer um PACTO?

7 meses que criamos a SBDOF – Sociedade Brasileira de Disfunções Temporomandibulares. Acabamos envolvidos com tantas coisas para melhoria da especialidade que trata a DTM que, confessamos, acabamos deixando o blog um pouco de lado. Agora, nessa próxima etapa, voltamos não só com o blog mas com uma novidade: o Programa PACTO.

O PACTO é um programa interdisciplicar participativo de gestão de saúde direcionado aos pacientes com DTM. Sendo a DTM uma doença crônica multifatorial uma vez que resulta de diversas causas, o Centro de Odontologia Integrada Simone Carrara selecionou com rigor profissionais da Odontologia, Medicina, Fisioterapia, Psicologia, Educação Física, Nutrição e Fonoaudiologia, reunindo diversas especialidades da área de saúde para ajudar e amparar os nossos pacientes de acordo com as necessidades particulares de cada caso.

Além disso, estaremos realizando palestras relacionadas ao universo da Disfunção Temporomandibular para orientar aqueles que necessitem, sendo eles pacientes ou não. A próxima palestra terá como tema “Dor Crônica: Experiências Emocionais e Alterações Corporais” e será realizada hoje às 19 horas no Espaço PACTO no mesmo edifício da Clínica: SHS 716 – CMB Bloco E – Sala 507 – Asa Sul, Brasília/DF. Dúvidas e informações pelo telefone: (61) 32451016.

Se você apresenta algum dos sintomas: dor de cabeça, dor na face, dificuldade para mastigar ou movimentar a boca, estalos, dor de ouvido e no fundo dos olhos, dor na cervical, tontura, zumbido, procure um especialista. Podemos ajudá-lo.

Saiba Mais

Nasce a SBDOF – Sociedade Brasileira de Disfunções Temporomandibulares

Olá a todos!

Temos boas novidades para voces! Ha tempos usamos esse blog para divulgar uma disfunção que atinge grande parte da população sem que essas pessoas saibam do seu real problema. Por isso, estamos muito orgulhosos de informar-lhes sobre a criação da SBDOF, Sociedade Brasileira de Disfunções Temporomandibulares e Dor orofacial.

A ideia da Sociedade já vem amadurecendo há algum tempo. Nós, profissionais de odontologia envolvidos com a especialidade, somos testemunha do sofrimento e desespero de muitas pessoas que sofrem com as dores de cabeça, zumbidos, dores mandibulares, limitações de abertura bucal e outros sintomas. Essa foi uma conquista nossa! Assim, quando nesse sábado, 28 de janeiro de 2012, estávamos comemorando o sucesso da reunião, que ocorreu no mesmo dia durante o 30º CIOSP (Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo), VOCÊ também estava em nossos pensamentos.

Contamos com a presença de todos os profissionais com papel relevante dentro da especialidade. Nascemos fortes. Mais de 10% de todos os especialistas registrados na CFO optaram por se associarem e se unirem a essa luta. Existem Associações com mais de 20 anos de existência que ainda nao conquistaram essa porcentagem de participação.

Teremos muito trabalho pela frente e contaremos com o apoio de outros órgãos dentro da odontologia. Em menos de 24 horas havíamos recebido emails de vários países, bem como das principais instituições do Brasil, nos parabenizando e nos fornecendo apoio, como a AAOP (Academia Americana de Dor Orofacial), Universidades de dentro e fora do pais, do CFO (Conselho Federal de Odontologia) e do Ministerio da Saude. E você também pode nos ajudar. Informe-se sobre a disfunção e comente com seu marido, amigos, namorado, familiares. Toda ajuda e bem vinda!

Um brinde a mais essa conquista. E ao direito que temos de nos cuidar e viver bem.

Equipe Clínica Simone Carrara.

Saiba Mais